Questões de Deontologia - Ética e Legislação em Enfermagem

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Hemodiálise - Órgão: EBSERH - Banca: IBFC - Ano: 2013

A Enfermagem é uma profissão que exige muita dedicação e atenção do profissional. Erros graves de técnicos de enfermagem e enfermeiros vêm acontecendo nos últimos anos, com penalidades aos culpados. As penalidades a serem impostas pelo Conselho Federal de enfermagem, conforme o que determina o art. 18, da Lei n° 5.905, de 12 de julho de 1973, são as seguintes:

  • a) Apenas censura e cassação do direito profissional.
  • b) Advertência verbal, multa, censura, suspensão do exercício profissional e cassação do direito profissional.
  • c) Cassação, multa, indenização e suspensão do exercício profissional.
  • d) Advertência verbal, indenização, suspensão do exercício profissional e cassação do direito profissional.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Hemodiálise - Órgão: EBSERH - Banca: IBFC - Ano: 2013

O Enfermeiro administrativo ao elaborar uma escala de trabalho para seus funcionários deve respeitar as leis trabalhistas vigentes. De acordo com o regime celetista o enfermeiro deve respeitar sempre:

  • a) Duas folgas/semana após no máximo seis dias trabalhados, 8 horas de descanso entre uma jornada e outra e no mínimo 1 hora de descanso em jornadas maiores de 6 horas.
  • b) Uma folga/semana após no máximo seis dias trabalhados, 8 horas de descanso entre uma jornada e outra e no mínimo 1 hora de descanso em jornadas maiores de 6 horas.
  • c) Uma folga/semana após no máximo seis dias trabalhados, 11 horas de descanso entre uma jornada e outra e no mínimo 1 hora de descanso em jornadas maiores de 6 horas.
  • d) Duas folgas/semana após no máximo seis dias trabalhados, 11 horas de descanso entre uma jornada e outra e no mínimo 1 hora de descanso em jornadas maiores de 6 horas.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Órgão: EBSERH - Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - HC-UFTM - Banca: IADES - Ano: 2013

De acordo com o Decreto no 94.406/1987, são incumbências privativas do enfermeiro a(o) 

  • a) consulta e a prescrição da assistência de enfermagem e a prescrição de medicamentos previamente estabelecidos em programas de saúde pública e em rotinas aprovadas pela instituição.
  • b) acompanhamento da evolução e do trabalho de parto, a preparação de pacientes para exames, as consultas e os tratamentos, bem como a administração de medicamentos via oral e parenteral.
  • c) realização de curativos, a oxigenoterapia, a nebulização e o enteroclisma, além da coleta de material para exames laboratoriais.
  • d) prestação de cuidados de enfermagem pré e pós-operatórios, a circulação em salas de cirurgia de pequeno porte, bem como a execução de atividades de desinfecção e esterilização.
  • e) acompanhamento da evolução e do trabalho de parto, a coleta de material para exames laboratoriais, além de execução das atividades de desinfecção e esterilização.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Órgão: EBSERH - Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - HC-UFTM - Banca: IADES - Ano: 2013

Considere hipoteticamente que um paciente submetido a hemodiálise apresenta características que precisam ser avaliadas e diagnosticadas pelo enfermeiro no processo de sistematização da assistência de enfermagem. Dentro dos diagnósticos da NANDA, qual item representa um diagnóstico de enfermagem real nesse paciente dialisado? 

  • a) Risco para infecção.
  • b) Risco para desequilíbrio de volume de líquidos.
  • c) Risco para desequilíbrio eletrolítico.
  • d) Volume de líquidos excessivo.
  • e) Risco para glicemia instável.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Órgão: EBSERH - Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - HC-UFTM - Banca: IADES - Ano: 2013

Na formação do enfermeiro, a bioética tornou-se disciplina de grande relevância para os serviços de saúde. Essa relevância está relacionada à(ao) 

  • a) aumento do faturamento dos serviços de saúde, comparado à exigência pelo público de um bom atendimento.
  • b) fato de que a bioética, como disciplina do curso de enfermagem, deve vir articulada com a vivência prática, para que se aproveite e estimule a reflexão crítica por parte dos novos enfermeiros.
  • c) fato de que os professores e orientadores, por serem mais experientes, não necessitam de reciclagem, pois possuem a vivência prática.
  • d) ausência de necessidade de avaliação crítica por parte do enfermeiro, pois ele já tem conhecimento intuitivo sobre bioética.
  • e) bom atendimento ao paciente, exclusivamente e independentemente do sacrifício do trabalho da enfermagem.

Acompanhe o Enfermagem e Saúde